Total de visitantes....

terça-feira, 3 de agosto de 2010

O céu ganhou mais uma estrela...


Quando eu era pequena e aprontava alguma, sempre corria e agarrava ele com força. Passava meus braços em volta daquele barrigão e pedia: "Não deixa ela me pegar vô, que ela vai me dar uma tunda de laço.." Era assim que eu evitava que minha mãe me desse aquele corretivo.
Ele era meu herói, desde que me conheço por gente. Sempre que eu fazia uma merda ou ficava doente, lá vinha ele dar os conselhos: "Mas minha filha, nãoo faz assim..." Nossa, como eu ouvia isso.
Sempre tive ele do meu lado, ali pertinho, questão de vinte metros...lembro dos almoços em família, os cafés da tarde com cueca virada e pão de queijo, as aulas de mecânica e as explicações mirabolantes que só ele tinha pras coisas...ai como sentirei saudades...
Lembro daqueles dias frios de inverno em que eu ia "fazer a moto esquentar" pra ir trabalhar e lá aparecia ele na porta: "Liga o afogador!" Ele sempre tinha alguma coisa pra dizer, podia não fazer o mínimo sentido (como na maioria das vezes), mas ele estava sempre ali...até mesmo nesses últimos dois anos em que estive longe, eu sempre soube que ele estaria lá quando eu voltasse...pronto pra tomar aquela ceva gelada e meter aqueles churras de domingo.
E tinha também as vezes que ele me levava de caminhão pro colégio, ai como oou amava aquilo, ou quando eu pedia pra ele ir no borracheiro comigo, pra verificar os pneus do carro...Vou sentir saudades...saudades daquele dedo me cutucando: "Qualé heeeiiinnn?!"
Jamais vou superar essa perda, jamais voou acreditar que não tenho mais ele me esperando lá em casa quando eu voltar de mais uma aventura...pra quem eu vou contar as minhas merdas???
Não sei ainda o que pensar direito, posso dizer até que duvido que isto esteja realmente acontecendo, só de pensar que não vou mais ouvir a voz dele de novo, ou que não vou mais tê-lo comigo nos almoços de domingo...
Quando realizei meu chão desabou, minha cabeça até agora dá voltas e voltas nas lembranças, tentando fugir da realidade...
Eu bem estava sentindo que isso ia acontecer, só não queria acreditar que seria tão já...mesmo porque não queria estar longe quando acontecesse...Eis que estou aqui, do outro lado do mundo, sentindo a mais horrível das dores, sozinha, culpada e descrente...nunca me perdoarei por não estar lá, por nãoter abraçado ele mais uma vez, por não estar com a minha vó agora, que tanto precisa de mim, assim como todos da minha família. Dói não poder fazer nada, dói não estar lá pra chorar com eles...
Perdi um dos meus ídolos, meu segundo pai, meu incrível avô, meu amigo e com certeza um dos meus maiores fãs...
Só estou segurando esse barra aqui sozinha, porque sei que ele acreditava muito em mim, sei que ele gostaria que eu seguisse em frente, em busca dos meus sonhos. E só continuo porque sei que ele se orgulhará de mim um dia, onde quer que ele esteja...e quando nos encontrarmos novamente, pode deixar que levarei a ceva gelada pra comemorarmos....
Sei que o CARA LÁ DE CIMA reservou uma poltrona bem confortável e com vista previlegiada ai pra ti..porque tu mereces, começou a contrução da melhor família que eu poderia ter, nos ensinou que o que vale é o que se tem no coração, e que na vida temos sempre que lutar pelo que queremos, pra termos do que nos orgulhar no dia em que as cortinas baixarem e as pétalas brancas caírem do céu...
Vai com Deus Vô Afonso, ELE com certeza vai dar boas risadas quando chegares lá em cima...te cuida e não te preocupes que tudo por aqui ficará bem...

**Dedico ao grande avô Paulo Afonso Fascina de Araujo...meu grande HERÓI**

3 comentários:

Mr. Lemos disse...

Tomara que o reencontro de vcs demore muito. Assim vc pode continuar dando motivos de orgulho por aqui e ele tem mais tempo de preparar as coisas pra vcs do lado de lá. E, por favor, não se culpe por não estar perto. Não havia nada que vc pudesse fazer. Nunca há.

O tempo ajuda a diminuir a dor. O resto é bobagem.

Meus sentimentos!

bjos e fique em paz

Thiago Gomes disse...

Flá...

Desde sempre eu tenho vocês como uma família e sei que não deve estar sendo fácil. Amo vocês do fundo do coração e compartilho a dor com vocês.

Este é o momento de luto, mas vai passar. A estrela está olhando por nós agora.

Beijos do fundo do coração!

Mr. Lemos disse...

Querida, os blogueiros dessa ilha finalmente vão se conhecer de verdade. Terça-feira, às 6:30pm na Diceys (Harcourt Street). Vamos nessa?? bjos
ps: se tiver facebook, please me add. Ernani Lemos.